15 março 2010

Alcoutim


Alcoutim é uma vila portuguesa, pertence ao distrito de Faro situada mais a nordeste. Ocupa uma posição fronteiriça com a vizinha Espanha e a sede de concelho do mesmo nome encontra-se posicionada na margem direita do Rio Guadiana, em frente a San Lucar del Guadiana.

A vila de Alcoutim, com as suas ruas estreitas, guarda lembranças de outros tempos, precisamente por ter sido palco de muito contrabando, donde restaram para os dias de hoje grande amizades e laços culturais com os vizinhos espanhóis da margem esquerda do rio que os dois povos partilham.

É sede de um município com 576,57km2 de área e 3272 habitantes (2006), subdividido em 5 freguesias..

Os vestígios históricos existentes mais preponderantes são o Castelo da Vila, a Igreja Matriz do Salvador, de três naves e quatro tramos, a Ermida de Nossa Senhora da Conceição, com seu portal manuelino (séc. XVI), entre outros vestígios que se encontram um pouco por todo o concelho, como é o caso do Menir do Lavajo - monumento megalítico situado na povoação de Afonso Vicente, freguesia de Alcoutim - tornado público em 1992 por Mário Varela Gomes, João Cardoso e António do Nascimento Joaquim.

Alcoutim mantém bem viva a sua grande fonte de riqueza - o artesanato tradicional. Os arranjos de flores, a renda de bilros, a tecelagem, a olaria e a cerâmica, ou a cestaria, a empreita e, por fim, a produção de aguardente de medronho, são algumas das actividades complementares da população alcouteneja, hoje quase inteiramente dependente do que se produz na agricultura e na pastorícia. Sobrevivem ainda, felizmente, algumas profissões tradicionais, tais como o sapateiro, o caldeireiro, o albardeiro e o latoeiro.