20 dezembro 2008

Alte - Algarve


Á Linda Aldeia de Alte
Alte,
Linda aldeia Algarvia,
Tens encantos, tens beleza;
Que nos inspira poesia.
Alte,
Aldeia branquinha e bela;
Que inspiras o artista,
A pintar-te numa tela.
Alte,
O teu vale tem magia;
Que faz esquecer tristezas
E só nos dá alegria.
Alte,
Cresces na encosta do monte;
Donde jorra água pura,
Que nasce na tua fonte.
Alte,
Como é bom ir merendar;
junto à tua piscina
E também ir lá nadar.
Alte,
Os teus encantos não têm fim;
Nesse vale verdejante;
Aonde cresce o alecrim.
Alte,
Terra de insignes poetas,
Que descrevem os teus encantos,
Com poesias tão dilectas.
Alte,
O que é que te aperta
Assim juntinha ao monte?
Se é falta de espaço.
Anda, vai, desperta,
Até junto à fonte
Estende o teu braço!...
Otília Costa (A minha voz não se cala!...)